Planalto

Projeto de CMEI envolve famílias de alunos na luta contra dengue

O projeto desenvolve hábitos e práticas fundamentais como destinação correta do lixo, disposição e armazenamento de objetos a fim de evitar criadouros do mosquito e formas adequadas de higiene com o ambiente

Por Programa do Tatu

9 de outubro de 2019, 08h27

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Maria Arlete Alves dos Santos realizou, entre os dias 1º e 2 de outubro, projeto institucional com o tema “Família e CMEI em Ação: Xô, mosquito! Todos juntos no combate, fazemos a diferença!”. Neste período foram promovidas ações de conscientização sobre os perigos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica vírus, febre amarela e chikungunya.

Com apoio da equipe de Educação em Saúde da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa)/ Vigilância Ambiental, a escola discutiu práticas e cuidados direcionadas ao controle do mosquito, junto com alunos e seus familiares, divulgando informação sobre o ciclo de reprodução e ações necessárias para evitar a proliferação.

O projeto desenvolve hábitos e práticas fundamentais como destinação correta do lixo, disposição e armazenamento de objetos a fim de evitar criadouros do mosquito e formas adequadas de higiene com o ambiente. “A temática foi trabalhada por meio de atividades lúdicas, onde nossos alunos transformarem-se em ‘agentes mirins’ e foram reprodutores da informação, levando as orientações recebidas ao contexto familiar”, explicou a coordenadora do CMEI Maria Arlete Alves dos Santos, Patrícia de Paiva Barzon.

A conscientização sobre o mosquito com distribuição de panfletos educativos, informando sobre os tipos de doenças causadas pelo Aedes e orientações acerca das atitudes necessárias no dia a dia para o combate também foram abordados. “Nesta fase tivemos ainda atividade com vídeos educativos, roda de conversa, músicas alusivas, confecção de cartazes e painéis e teatro de fantoches (com a equipe da Vigilância Ambiental) apresentando a situação em que o mosquito transmite a doença, as consequências e os cuidados necessários”, acrescentou a coordenadora.

As famílias dos alunos também foram envolvidas. O projeto englobou sequências didáticas, atividades realizadas em família e atividade de campo – passeio nas proximidades da instituição, para entrega de panfletos educativos –, culminando com a mostra dos trabalhos dos alunos e palestra para as famílias com Vigilância Ambiental, no último dia 2.

Odonto San
Redefarma