Odonto San

Professores e coordenadores recebem formação para o Clube do Saber

A capacitação é ministrada pela renomada professora de Artes, Angélica Domingos, que já foi secretária de Educação no interior de São Paulo.

Por Cidade Urgente

15 de maio de 2019, 07h14

Fotos: Tiago Boeing/ PMU

Diretores, coordenadores, secretários municipais e professores estão recebendo treinamento para o início das atividades do Clube do Saber, uma proposta da Secretaria Municipal de Educação para nivelar os alunos com dificuldades de aprendizagem em Português e Matemática nas escolas do município. Na última sexta-feira, 10, os coordenadores pedagógicos tiveram formação no Núcleo de Tecnologia Educacional do Município (NTM) e na segunda-feira, 13, foi a vez dos professores no laboratório de informática do Colégio Alfa, que é parceiro no projeto.

“Começamos com o lançamento do projeto para os diretores e secretários escolares, no Centro Cultural Schubert, na presença do prefeito Celso Pozzobom e demais autoridades. Na sexta foi a vez dos coordenadores participarem do encontro de acompanhamento pedagógico de Língua Portuguesa e Matemática, no NTM, onde discutimos a implementação das ações para melhoria da aprendizagem dos conhecimentos básicos curriculares”, explicou a secretária de Educação do município, Mauriza Gonçalves de Lima Menegasso.

Fotos: Tiago Boeing/ PMU

Já com os professores, esta semana, começou o treinamento com a equipe técnica por web-conferência. “Os professores selecionados para o Clube do Saber já apresentaram seus projetos de trabalho e estão recebendo orientação para acolher bem os alunos com dificuldades de aprendizagem, conquistarem a sua atenção e despertarem as qualidades, superando os problemas ou dificuldades que os deixam um pouco atrás do restante da turma”, explicou a secretária.

A capacitação é ministrada pela renomada professora de Artes, Angélica Domingos, que já foi secretária de Educação no interior de São Paulo. Para o projeto foram selecionados 500 alunos de 3º, 4º e 5º ano em todas as escolas municipais. O reforço será aplicado em contraturno, ou seja, no período inverso ao horário das aulas.

Os alunos terão testes bimestrais, além das avaliações externas. A evolução de cada um será anotada em ficha de acompanhamento junto com a carteirinha personalizada de membro do Clube do Saber, que será entregue a todos os participantes.

O projeto segue a meta de redução da repetência escolar a partir de reforço e contraturno e também a proposta de implantar educação em tempo integral em pelo menos 50% das escolas públicas, atendendo 25% dos alunos da educação básica. Os alunos terão 4h/aula semanais entre maio e novembro deste ano em todas as escolas municipais, em sistema de contraturno.

Planalto
Redefarma