PRF apreende quase R$ 1 milhão em cigarros contrabandeados no Paraná

75 mil maços de cigarros estavam numa carreta em Mandaguari (Norte do PR). Em Guaíra, 200 mil maços estavam em outra carreta e outros 10 mil num Fiat/Uno. O valor estimado das cargas se aproxima de R$ 1 milhão.

Por Programa do Tatu

24 de janeiro de 2022, 15h40

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 285 mil maços de cigarros na última sexta (21) no Paraná. 75 mil maços de cigarros estavam numa carreta em Mandaguari (Norte do PR). Em Guaíra, 200 mil maços estavam em outra carreta e outros 10 mil num Fiat/Uno. O valor estimado das cargas se aproxima de R$ 1 milhão.

Por volta das 17h, em Mandaguari, os policiais abordaram uma carreta. Durante a fiscalização da documentação, o motorista, um homem de 35 anos, que também era o proprietário do veículo, de forma dissimulada, camuflou-se em meio a outros condutores que também estavam sendo fiscalizados e fugiu tomando rumo ignorado.

Como os documentos estavam regulares, os policiais iniciaram a fiscalização da carga e encontraram em meio a caixas plásticas aproximadamente 75 mil maços de cigarros contrabandeados. Em 2017, em Paulo Afonso (BA), o mesmo homem foi flagrado pela PRF com outra carga de cigarros. Até o momento, o fugitivo não foi localizado.

Simultaneamente, em Guaíra (Noroeste do PR), uma outra carreta tentou fugir da abordagem policial, mas acabou sendo interceptada. Dentro do veículo haviam 200 mil maços de cigarros paraguaios, o motorista foi preso por contrabando.

O homem já tinha um mandado de prisão expedido contra ele, oriundo da 1ª Vara Federal de Guaíra, pela prática de crime de receptação na cidade, ocasião em que também foi preso em flagrante pela PRF.

Horas antes, em Guaíra, outra equipe já havia apreendido um Fiat Uno carregado de cigarros. O motorista tentou fugir a pé após os policiais localizarem o carro estacionado em meio a uma plantação de soja.

Após visualizar a viatura PRF, ele abandonou o veículo e se escondeu no córrego, mas foi localizado e detido pelos policiais. Ele informou à equipe policial que levaria os 10 mil maços de cigarro para a cidade que reside, Guaraniaçu.