Pedido de cassação do prefeito interino de Umuarama, Hermes Pimentel, é rejeitado por unanimidade

O pedido se embasa em denuncia/processo de cassação por infrações político-administrativas que teriam sido cometidas por Pimentel.  

Por Programa do Tatu

23 de novembro de 2021, 10h38

Foi lida na íntegra na sessão ordinária dessa segunda-feira (22), o pedido de cassação do prefeito interino de Umuarama, Hermes Pimentel da Silva, protocolado pela empresária do ramo de comunicação do município, eleitora Flávia Azevedo. O pedido se embasa em denuncia/processo de cassação por infrações político-administrativas que teriam sido cometidas por Pimentel.  

A argumentação para o pedido de cassação tinha como parâmetro áudios enviados por Hermes Pimentel, então vice-prefeito de Umuarama, no ano de 2020, para o então vereador Jones Vivi. No conteúdo, Pimentel teria afirmado ter pagado propina a determinados vereadores da legislatura 2017/2020 para aprovarem loteamentos pertencentes a ele.  

Ao final da leitura do pedido, foi colocada em votação plenária para que os vereadores se manifestassem acerca de acatar ou não a denúncia. Ao abrir-se a votação plenária, o pedido foi rejeitado por unanimidade, e, desta forma, a denúncia segue para arquivamento.  

PROJETOS 

Na pauta da ordem do dia foram publicados pela segunda sessão consecutiva o Projeto de Lei 046/2021, dispondo sobre o Plano Plurianual do Município para o período de 2022 a 2025 e o Projeto de Lei 047/2021, o qual estima a receita e fixa a despesa do Município para o exercício financeiro de 2022. As matérias estão abertas ao recebimento de emendas e serão publicadas por mais uma sessão ordinária antes de serem votadas em plenário.  

Ainda em pauta, dois Projetos de Decretos Legislativos (020 e 027/2021), os quais são assinados pelo vereador Ronaldo Cruz Cardoso, estando em segunda votação prevendo a denominação de vias públicas. Em votação, receberam aprovação unânime.  

COMISSÃO PROCESSANTE 02/2021 

Nesta quarta-feira (24), os trabalhos da Comissão Processante 02/2021, que analisa pedido de cassação do Prefeito afastado Celso Pozzobom, terão continuidade com oitiva na qual serão ouvidas oito testemunhas de acusação. Foram convocados: Carlos Cher Valente (empresário do ramo de construção civil); Hermes Correa (empresário); e o advogado Heber Lepre Fregne (ex-procurador jurídico de Umuarama).  

Também falará o empresário do ramo imobiliário, Paulo Sérgio Pereira da Silva, que não entra como testemunha de acusação na oitiva, porém, foi convocado pela comissão. Os trabalhos têm início às 8h45, com transmissão ao vivo e plenário aberto à presença de público.  

A comissão processante 02/2021 é composta pelo vereador Sorrisal (presidente), Ana Novais como relatora e o vereador Ednei do Esporte como membro. 

 

 

Câmara de Vereadores