Pavimentação da Estrada Dias já tem ordem de serviço; prazo é de seis meses

O prazo para execução da obra é de seis meses e o investimento será de R$ 1 milhão 496 mil 418,37

Por Programa do Tatu

14 de janeiro de 2020, 17h59

Diante do presidente da associação de moradores da Estrada Dias, Dimas Francisco de Souza, vereadores, secretários municipais e da comunidade local, o prefeito Celso Pozzobom assinou na noite de segunda-feira, 13, a ordem de serviço para pavimentação da estrada, entre a antiga farinheira e a Avenida Presidente Castelo Branco. O prazo para execução da obra é de seis meses e o investimento será de R$ 1 milhão 496 mil 418,37.

O ato público, realizado na sede da associação, teve as presenças dos vereadores Júnior Ceranto, Newton Soares, Toninho Comparsi e do presidente da Câmara, Noel do Pão, também do chefe da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab), José Antônio Duarte, do vice-prefeito Hermes Pimentel e de vários secretários municipais.

“É uma alegria realizar este sonho com muito trabalho e luta. Antes de ser prefeito, conheci cidades que tinham bons exemplos e notei os benefícios que o asfaltamento de estradas rurais proporciona ao setor produtivo. Como prefeito, conseguimos envolver os produtores e o projeto avançou. A condição financeira do município é boa, mas algumas coisas avançam mais quando conseguimos parcerias como esta, com os moradores da Estrada Dias, e também da Jaborandi, já pavimentada”, disse o prefeito Celso Pozzobom.

Depois de mais de 30 anos de espera dos moradores, o prefeito explicou que a obra foi possível graças a um convênio entre o município e a comunidade, com apoio federal. Do total de quase R$ 1,5 milhão, R$ 500 mil são provenientes de emenda do deputado federal Toninho Wandscheer, R$ 489.209,19 é a participação dos produtores e os R$ 498 mil restantes são a contrapartida da Prefeitura.

Esse tipo de parceria pode ser estendido para outras localidades, no futuro. “Temos umas dez solicitações de asfalto rural, neste modelo, com recursos do município, do governo e produtores, por isso é importante a colaboração dos nossos representantes políticos”, acrescentou Pozzobom.

Fazendo um balanço das obras viárias, o prefeito disse que as duplicações nas entradas da cidade, recapeamento, reperfilamento e micropavimentação vão completar 225 km de vias urbanas. “Mas não esquecemos das estradas que não podemos asfaltar, como a Canelinha, Esperancinha, Pavão, Amarela e Vermelha. Com elas, completamos 118 km de estradas readequadas e cascalhadas, obras que vão beneficiar gerações futuras. Com a Avenida Tiradentes, completaremos melhorias em sete avenidas de acesso à cidade, todas renovadas, modernizadas e duplicadas”, citou o prefeito.

Esse investimento em obras estruturantes atrai investimentos e indústrias, como a Plusval (formada pela Agroavícola Pluma e Cooperativa C. Vale), que a partir de abri começa a injetar mais de R$ 5 milhões apenas em salários de empregados, fora os empregos indiretos, na economia local. “Com apoio dos nossos vereadores, que aprovaram lei, teremos condição de terraplenagem e cascalhamento de estradas para os produtores que investirem em barracões de frangos. Temos de cuidar de quem está no setor produtivo”, completou o prefeito.

O secretário de Serviços Rodoviários, Mauro Liutti, lembrou que em fevereiro deve ser iniciara a readequação e o cascalhamento de toda a Estrada Desengano, que liga os distritos de Santa Eliza e Roberto Silveira. “Logo vamos chegar a 150 km de estradas readequadas e cascalhadas, facilitando o escoamento da produção agropecuária e melhorando a qualidade de vida dos produtores”, disse.

A Estrada Dias terá 14.415 m² de pavimentação em massa asfáltica quente – cerca de 2.400 metros de extensão –, além de um projeto completo de drenagem pluvial com galerias, bocas de lobo, poços de visita, descida de água em degraus e também o plantio de grama nas laterais e todo o trajeto. O prazo de execução termina em 14 de julho deste ano, com início nesta semana.

“Estamos preparando o município para o futuro, para um ‘pulo’ de desenvolvimento. Em 5 anos ninguém conhecerá mais o município de Umuarama, de tanto que vamos crescer, e tudo isso representa mais qualidade de vida e oportunidades para nossa população, que se aproxima dos 120 mil habitantes”, completou o prefeito Celso Pozzobom.