Paraná alinha estratégias para ampliar segurança aos turistas na área de fronteira

Encontro reuniu autoridades do Governo do Estado e municipais, além de entidades e empresários do ramo do turismo. Objetivo é alinhar estratégias até dezembro deste ano.

Por Programa do Tatu

15 de outubro de 2021, 11h23

A Paraná Turismo promoveu nesta quinta-feira (14), em Foz do Iguaçu, no Oeste, uma reunião com entidades do setor com objetivo de discutir estratégias para melhorar a segurança dos turistas na região da fronteira. A reunião contou com o apoio da Secretaria estadual da Segurança Pública.

A Paraná Turismo é vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest). A ideia é elaborar uma proposta concreta para acolher e proteger os visitantes para mostrar que o Paraná é seguro para receber turistas, especialmente vindos do Exterior.  “O Governo do Estado está muito preocupado com a retomada do turismo, e a segurança dos viajantes é importante para que tenham tranquilidade e conforto”, disse o diretor-presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl.

O secretário da Segurança Pública,  Rômulo Marinho, disse que todas as demandas da reunião foram ouvidas e serão discutidas com a equipe da segurança. “Queremos que as pessoas venham a Foz ver as belezas naturais que a região oferta e o Governo do Estado vai trabalhar para oferecer essa segurança”, afirmou.

De acordo com o secretário, a expectativa é que nos próximos meses uma estratégia seja implantada na região, com mais efetivo e equipamentos para garantir o lazer dos turistas. Somente no feriado da Independência, Foz do Iguaçu recebeu mais de 20 mil visitantes.

Apenas as Cataratas do Iguaçu, atrativo eleito como uma das Sete Maravilhas do Mundo, atingiram a marca de 19.273 pessoas, com turistas de todas as regiões do País e de 30 diferentes nacionalidades. O complexo da Usina de Itaipu recebeu 7.801 pessoas, superando em 73,3% a previsão inicial, de 4,5 mil visitantes.

OPINIÕES – Durante a reunião, vários representantes dos setores privado e público se manifestaram sobre as medidas discutidas em Foz. “A sensação de segurança é importante para a manutenção do turismo que vem aumentando na região”, afirmou o presidente do Conselho Municipal do Turismo de Foz do Iguaçu (Comtur), Iuri Benitez.

O presidente do Codefoz/Visit Iguaçu, Felipe Gozales, agradeceu a atenção das autoridades no alinhamento da segurança na cidade de Foz do Iguaçu. “Esta é uma grande oportunidade e uma discussão importante, porque o turismo é a maior economia da cidade”, afirmou.

Segundo o prefeito em exercício Francisco Sampaio, ninguém visita destinos turísticos sem saber se terá segurança. “É um momento de retomada e precisamos oferecer a sensação de segurança aos nossos turistas”, disse.

PRESENÇAS – Também participaram do encontro o chefe do Ministério Público Federal, João Fabio Galeano; da Inteligência da Polícia Rodoviária Federal, Davi Paes; comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, Adelar Davies; secretário municipal de Turismo, Newton Paulo Angeli; secretário municipal de Segurança Pública de Foz do Iguaçu, Reginaldo Silva; o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafain; gestor da empresa Princesa dos Campos, Gilson Barreto; representante do Macuco Safari, Lucas de Almeida; do sócio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Paraná, Camilo Rorato; chefe de gabinete de Foz do Iguaçu, Paulo Custódio; coordenador de Comunicação da Paraná Turismo, Evelozio Velozo Santos; e a assessora regional de Foz do Iguaçu pela Paraná Turismo, Valéria  Mariotti.