Oito pessoas são presas em Guaíra e Bauru por tráfico internacional de drogas

Estão sendo apreendidos veículos e embarcações, bloqueio de contas bancárias e bens até o limite de R$ 10 milhões

Por Programa do Tatu

15 de outubro de 2020, 10h15

Operação na PF em Guaíra – Foto PF

A Polícia Federal (PF) prendeu oito pessoas  em Guaíra, no Oeste do Paraná. A operação compreende ainda o cumprimento de 12  mandados de busca e apreensão em Guaíra e Bauru, interior paulista, contra tráfico internacional de drogas, armas, contrabando e descaminho na fronteira do Brasil com o Paraguai.

O alvo na cidade paulista já estava detido, segundo a PF.

As investigações começaram em junho deste ano após a descoberta de que um imóvel rural, às margens do Lago de Itaipu, que estaria sendo usado com frequência para a retirada e estocagem de ilícitos vindos do Paraguai, de acordo com a PF.

A corporação mira veículos e embarcações, bloqueio de contas bancárias e outros ativos financeiros, e bens até o limite de R$ 10 milhões, além do sequestro de imóveis. Um deles é a casa do líder da quadrilha, que fica em Guaíra, e está avaliada em R$ 1,5 milhão, segundo a PF.

A operação foi batizada de Boa Vista.

Ainda conforme a PF, nos últimos quatro meses a organização criminosa perdeu o equivalente a R$ 4,2 milhões em produtos ilícitos que foram apreendidos pelas autoridades.

Em julho deste ano, de acordo com os policiais, mais de 100 kg de pasta base de cocaína e crack já tinham sido apreendidos com um membro da quadrilha em um fundo falso de um veículo.

Em setembro, também foram apreendidos 20 fuzis calibre 5.56, que também estavam escondidos no fundo falso de um carro.

Assessoria com redação Bem Paraná