Planalto

Mulher é condenada por mandar matar marido para receber seguro de vida

Na situação, que aconteceu em 9 de outubro de 2007, o homem foi atingido por um disparo de arma de fogo, mas conseguiu socorro e sobreviveu.

Por Cidade Urgente

11 de junho de 2019, 14h09

(Foto: MPPR)

A Justiça de Goioerê condenou nesta terça-feira (11) a mulher que mandou matar o próprio marido para receber um seguro de vida. A acusada foi condenada a sete anos de prisão.

A investigação aponta que ela estava se separando do homem e que contratou uma pessoa parar cometer o crime em uma emboscada.

Na situação, que aconteceu em 9 de outubro de 2007, o homem foi atingido por um disparo de arma de fogo, mas conseguiu socorro e sobreviveu. De acordo com o Tribunal do Júri, a mulher vai responder por tentativa de homicídio duplamente qualificado.

A pena deve ser cumprida, inicialmente, em regime semiaberto. O atirador, que recebeu o dinheiro para cometer o homicídio, ainda não foi julgado.

 

 

Colaboração MPPR

Odonto San
Redefarma