Planalto

Jovem confessa ter matado Tony e diz que “desacordo em programa” motivou o crime

Carlos Eduardo afirmou que acertou o programa com a vítima através de um aplicativo de encontros e que o valor teria sido de R$ 110.

Por

5 de janeiro de 2019, 16h04

Além de matar, atear fogo e ocultar o cadáver, ele ainda se apossou do veículo e do dinheiro da vítima que estava no carro.

Carlos Eduardo Plau de Souza, de 24 anos, foi preso pela Polícia Militar de Araruna na tarde de sexta-feira (4) e confessou à polícia que matou Tony Clayton, 35 anos. O rapaz que era morador de Pérola, estava desaparecido desde o dia 29 de dezembro, quando teria viajado a Maringá. O último sinal do celular da vítima apontava para a cidade de Sarandi.  A partir daí a polícia passou a investigar e chegou até Carlos Eduardo, que estava em posse do carro da vítima, um Fiat Stillo.

Após a prisão, ele relatou que “teria matado Tony por conta de um desacordo referente a um programa sexual, já que a vítima o teria contratado para um programa, mas que durante o ato sexual a vítima queria agir de forma diferente do combinado”.

Carlos Eduardo afirmou que acertou o programa com a vítima através de um aplicativo de encontros e que o valor teria sido de R$ 110.

Ainda conforme o relato de Carlos Eduardo, o crime foi executado em Sarandi. Após matar Tony, com um golpe mata-leão, ele colocou o corpo no banco de trás do carro e seguiu até uma área rural de Terra Boa, onde ateou fogo ao cadáver.

Na sexta-feira, ele levou os policiais até o local, mas, nada foi encontrado. Porém, no dia 1º de janeiro, um corpo foi recolhido daquela área ao Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão. Exames devem confirmar a identificação. A polícia investiga ainda a causa de morte, já que há indícios de que uma faca pode ter sido usada, o que contraria a declaração do suposto autor.

Além de matar, atear fogo e ocultar o cadáver, ele ainda se apossou do veículo e do dinheiro da vítima que estava no carro.

A vítima

Tony Clayton era morador de Pérola e no dia 29 de dezembro saiu em viagem. Ele passou por Maringá, onde se hospedou em um hotel. Depois disso, ele saiu a última localização do celular apontou para uma rua da cidade de Sarandi.

 

Massa News

Redefarma
Odonto San