Planalto

Hospital Cemil realiza captação de órgãos e vidas poderão ser salvas

Um paciente de 57 anos teve morte cerebral durante a madrugada e, apesar da dor, os familiares optaram pela doação de órgãos

Por Programa do Tatu

10 de outubro de 2019, 18h03

Imagens: Bruno Alex/Salla Press

Nesta quinta-feira (10) houve captação de órgãos no hospital Cemil, em Umuarama. Um paciente de 57 anos teve morte cerebral durante a madrugada e, apesar da dor, os familiares optaram pela doação de órgãos.

Foram captados coração para válvulas, fígado, rins e globo ocular. A captação ocorreu durante a manhã e até o fim do procedimento a família ficou no hospital.

“Nossa intenção com isso é incentivar as pessoas a fazerem o mesmo. Queremos, nesse momento de dor, fazer o bem”, destacou Wesley Domingues, filho do doador.

O procedimento durou aproximadamente duas horas e foi seguiu um rígido protocolo. “Em vida ele já havia manifestado a vontade de ser doador, tinha inclusive colocado na carteira de motorista”, salientou o irmão Félix Domingues do Amaral.

Com os órgãos captados ao menos cinco pacientes que aguardam por doações serão atendidos e poderão ter uma nova vida.

Redefarma
Odonto San