Famílias podem quitar débitos da Tarifa Social em até 24 meses

Por iniciativa da companhia, valores não pagos após 18 de novembro também poderão ser parcelados com o mesmo prazo.

Por Programa do Tatu

20 de novembro de 2020, 10h24

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) aprovou na quarta-feira (18) o parcelamento em até 24 meses dos débitos das famílias que estão inadimplentes com a Tarifa Social da Sanepar. A medida vale para dívidas registradas até a data da decisão.

Por iniciativa da companhia, valores não pagos após 18 de novembro também poderão ser parcelados com o mesmo prazo. A empresa informa outro beneficio: as 184 mil famílias atendidas pelo programa podem pagar a tarifa de água e esgoto em até 90 dias, sem juros nem correção. A medida foi adotada para reduzir os impactos da pandemia.

Desde março a Sanepar vem postergando por até 90 dias o prazo para pagamento dessas contas. Desde o início da pandemia, a decisão foi renovada duas vezes, em junho e em setembro. A Tarifa Social custa R$ 15,56 para água (até 5 metros cúbicos) e esgoto.

AGEPAR – Agência Reguladora informa que a aprovação e criação dessas regras foram solicitadas pela companhia e, de acordo com a aprovação na quarta (18), valem para aqueles consumidores que estão inadimplentes até esta data.

Assim, possíveis reflexos do parcelamento não serão contemplados em futura revisão tarifária. Cerca de 88% dos beneficiados pela Tarifa Social quitaram seus débitos utilizando ou não as prorrogações dos vencimentos já praticadas pela Sanepar e que preveem novos vencimentos até março de 2021.