Família comemora recuperação de menina diagnosticada com pneumonia grave em Umuarama

A família da pequena Bella Maia, de dois anos de idade, comemorou no último domingo (12), o primeiro aniversário do que consideram um verdadeiro milagre – quando a criança recebeu alta do Hospital e Maternidade Norospar, depois de um longo período de internação para tratar de uma doença grave

Por Programa do Tatu

14 de julho de 2020, 14h39

A família da pequena Bella Maia, de dois anos de idade, comemorou no último domingo (12/07), o primeiro aniversário do que consideram um verdadeiro milagre – quando a criança recebeu alta do Hospital e Maternidade Norospar, depois de um longo período de internação para tratar de uma doença grave. E eles não comemoraram sozinhos.

Mesmo com todas as restrições devido a pandemia de Covid-19 e tomando os cuidados necessários de prevenção, os pais da menina, Priscila e Patrick Maia e a tia Fátima Maia levaram bolos de aniversário para toda equipe da Norospar. Mesmo não podendo ter contato com os profissionais, a família fez questão de presentear médicos e colaboradores e realizaram a entrega em todos os turnos no domingo e também na segunda-feira (13).

“Todos foram importantes para que ela pudesse estar aqui hoje, com saúde. Desde a equipe médica, enfermeiros, até o pessoal da limpeza. Muitos deles oraram conosco nas horas mais difíceis”, conta Patrick.

Segundo a mãe, o caso de Bella foi muito grave. Havia poucas esperanças, mas a equipe da Norospar não desistiu dela. “Consideramos um milagre, pois foram muitas orações”, disse.

Bella adoeceu poucos dias depois de completar um ano de idade. “Ela estava bem e, de repente, teve febre e convulsão. Levamos ao hospital de plantão, onde ficou internada por dois dias e depois foi liberada. Em seguida a levamos para uma consulta com o médico pediatra Dr. Aparício Luciano Bolonhez, que percebendo a gravidade do caso, encaminhou para internação no Hospital Norospar”, relembra Priscila. Segundo ela, foram momentos angustiantes.

Internada na Norospar, Bella passou a ser acompanhada por uma junta de pediatras especialistas liderada pelo Dr. Kelson Rudy Ferrarini. “Ela deu entrada com diagnóstico de pneumonia grave e foi levada imediatamente ao Centro Cirúrgico para fazer drenagem nos pulmões. O estado dela era crítico e foi submetida a várias diálises e quatro cirurgias. Tinha poucas chances de sobreviver”, conta Priscila.

Foram 32 longos dias de internação, sendo que 11 desses Bella passou entubada na UTI Neo Natal. “Com muitas orações e a dedicação dessa equipe maravilhosa que não desistiu nunca, as esperanças foram se renovando e Bella foi recuperando a saúde. Vê-la assim, cheia de alegria e saúde, brincando, conversando, crescendo, é como ver um milagre de Deus realizado pelas mãos desses anjos da Norospar”, disse a Tia Fátima que acompanhou toda a trajetória da menina e seus pais.

A família fez um agradecimento especial aos médicos: Dr. Kelson Rudy Ferrarini, Dra. Maria Luiza Bom Ami Barros, Dr. Januário Francisco de Oliveira Cavalcante, Dr. Eduardo Jorge Verdelho, Dra. Marcella Rios de Moura, Dr. Eduardo Sell Schulz, Dr. Aparício Luciano Bolonhez, Dr. Alessio Fiori Sandri Junior, todos os médicos plantonistas, além dos enfermeiros, técnicos e demais colaboradores.

Os bolos foram feitos carinhosamente por Priscila e Patrick. “A equipe toda merece ser homenageada. Nossa gratidão por este hospital e por todos esses anjos que cuidaram da Bella e também de nós, com apoio, com carinho e principalmente com fé será eterna. Queremos comemorar todos os anos esta data que pra nós marca o renascimento da Bella”, disse o Pai.

LEGENDA FOTOS

Bella e a família não puderam ter contato com os profissionais da Norospar devido a prevenção de Covid-19. Os bolos foram partidos e servidos individualmente no refeitório, onde são seguidas rigorosas normas de segurança.

Em frente ao Hospital e Maternidade Norospar, Bella e a família relembraram os momentos de angústia, de fé, superação e alegria vividos há um ano. “Temos imensa gratidão por esse hospital”.

 

Assessoria