Odonto San

Conversão à esquerda na avenida Paraná com a Rio Grande do Sul é proibida

A Guarda Municipal monitora o local, que também tem fiscalização eletrônica de avanço de sinal e parada na faixa, porém não haverá autuações aos motoristas que fizerem a conversão proibida durante o período de adaptação.

Por Tatu na TV

8 de fevereiro de 2019, 12h22

Fotos: Tiago Boeing/ PMU

Para melhorar o fluxo do trânsito e eliminar congestionamentos que se tornaram frequentes, a programação do semáforo no cruzamento da Avenida Paraná com a Avenida Rio Grande do Sul e Rua José Dias Lopes, foi alterada e a conversão à esquerda e retorno na Paraná foram proibidos pela Diretoria de Trânsito de Umuarama (Umutrans), desde a última quarta-feira, 6. Havia um gargalo no trânsito local, em virtude do movimento em direção ao Hospital Uopeccan (para quem chega pela José Dias Lopes) e também da Rio Grande do Sul rumo ao centro, nos horários de pico.

Com a nova configuração, os motoristas terão tempos específicos para a conversão na Rio Grande do Sul e na José Dias Lopes, enquanto quem trafega pela Avenida Paraná não poderá mais fazer a conversão à esquerda no semáforo, muito menos retornar pela mesma via. A opção, para quem utiliza essa manobra, é a rua Catanduva – onde é possível fazer a conversão e seguir na direção do Harmonia Clube de Campo (após o semáforo, no sentido bairros) e virar também para a Rio Grande do Sul (antes do semáforo, sentido centro).

“O semáforo agora conta com um tempo para quem segue ela Rio Grande do Sul, um tempo para a José Dias Lopes, e um tempo para os dois sentidos da Paraná. Embora seja necessário um período de adaptação para os motoristas, os resultados já começaram a aparecer – com a diminuição dos congestionamentos”, disse o coordenador de Projetos e Obras da Divisão de Engenharia de Trânsito, Juracy Antonio Narcizo.

A Guarda Municipal monitora o local, que também tem fiscalização eletrônica de avanço de sinal e parada na faixa, porém não haverá autuações aos motoristas que fizerem a conversão proibida durante o período de adaptação. “A nossa recomendação é que a sinalização seja respeitada por todos. O local está bem sinalizado, basta ao motorista prestar atenção e seguir as orientações das placas”, completou Juracy.

Planalto
Redefarma