Diretores do Atacadão visitam prefeito e anunciam inauguração em Umuarama

O Atacadão está gerando cerca de 600 empregos diretos e indiretos, com jovens que buscam o primeiro emprego e priorizando mão de obra local, inclusive para os cargos de chefia e gerência de setores.

Por Programa do Tatu

19 de novembro de 2020, 20h16

Diretores do Atacadão, grupo atacadista que está instalando uma loja em Umuarama, visitaram o prefeito Celso Pozzobom na tarde desta quinta-feira, 19, em seu gabinete. Eles vieram convidá-lo para a abertura da filial, já em fase de acabamento na Avenida Portugal – entrada do Jardim Cruzeiro –, que inicia suas atividades no dia 2 de dezembro.

Oitava maior empresa do setor em faturamento no ano passado, o Atacadão está gerando cerca de 600 empregos diretos e indiretos, com jovens que buscam o primeiro emprego e priorizando mão de obra local, inclusive para os cargos de chefia e gerência de setores. A empresa nasceu em Maringá e hoje tem atuação nacional.

A força econômica de Umuarama, como polo de uma região de mais de 300 mil habitantes, e as boas condições estruturais pesaram na escolha da cidade para uma filial do grupo, segundo os diretores Adriano Ferreira e Otávio de Souza, que estavam acompanhados de representantes da construtora responsável pela obra, Alexandre Castro Soares e Carlos Alberto Gomes, além do engenheiro Waldir José Baccarin, que prestou assessoria ao projeto.

Pozzobom destacou as qualidades da cidade, o potencial de crescimento e a grande circulação de consumidores da região Noroeste, do Mato Grosso do Sul e Paraguai, e disse que o Atacadão ajuda a consolidar essa condição e a desenvolver o comércio local, gerando empregos e arrecadação. “A escolha do local também foi muito feliz, pois estamos implantando ali a Avenida Portugal, que vai facilitar muito o acesso dos clientes e a mobilidade em geral”, disse.

Segundo os diretores, com a oferta de 7 mil itens e valorizando a produção local o Atacadão tem um impacto positivo até nos preços da cesta básica nas praças onde atua – a redução é sentida por toda a população. A expectativa da empresa é atender entre 70 mil e 100 mil clientes por mês.